A importância da divulgação da atividade parlamentar do Vereador.

Quero através deste Blog poder divulgar aos meus eleitores, e aos demais de Oliveira, das Zonas Rurais e Morro do Ferro minhas ações como Vereador e como representante dos Municípes oliveirenses à Câmara Municipal. Entendo que a atividade legislativa deve ser pautada pela coerência na vida pública alicerçada na ética e nos princípios que devem reger a administração pública. Como Vereador e remunerado com dinheiro público, devo prestar contas do meu trabalho em contra prestação à outorga da vontade popular que me elegeu com honrosos 741 votos e mais, promover a divulgação pública de minhas ações na atividade legislativa (criação de leis); fiscalizatória (do Poder Executivo - Prefeitura) e reivindicatória ( representar e pedir às necessidades de nossa Cidade). Isto, é respeito ao eleitor de Oliveira. È transparência.

Pesquisar este blog

quinta-feira, 19 de abril de 2012

ESCLARECIMENTO PÚBLICO

BANDIDO É QUEM PENSA E AGE COMO BANDIDO,
DELEGA CRIMES PARA BANDIDOS, CHEFIA
QUADRILHA DE BANDIDOS E, POR INFLUÊNCIA DE
BANDIDOS, FICA IMPUNE (ATÉ QUANDO?)

Por respeito e temor a Deus, por ter Deus no meu coração e procurar somente fazer o bem ao próximo; por ética, por honra à minha família, por respeito à minha gente, aos contribuintes, munícipes e eleitores, por princípios de vida irremovíveis, declarei em entrevista a verdade à Rede Globo para transmissão em rede nacional, no Programa Fantástico, neste próximo domingo, por estar rigorosamente consciente de que não cometi qualquer crime. Se em um momento profissional atendi demanda de criminosos, não significa que eu seja um deles, pois, como advogado, não cabe a mim escolher a clientela, do mesmo modo que um médico não pode dispensar assistência a pacientes terminais. Contudo, para efeito de esclarecimento público, há falsos líderes que não suportam a verdade. E a verdade sobre eles, quando se torna pública, atiça a ira demoníaca de quem se vale da autoridade para mentir, burlar leis, ofender pessoas, cometer superfaturamento, improbidade administrativa, perseguir funcionários, proteger apaniguados incompetentes, destruir referências do patrimônio histórico e artístico, usar palavrões contra pessoas íntegras e exemplares, cooptar os veículos de comunicação, ter pacto com o diabo e se julgar deus para quem vive de usufruir seus favores pagos pelos contribuintes.
Tudo isso são sintomas da chamada síndrome da despedida do poder público. É o desespero de quem sempre usou a função em proveito próprio, de quem nunca serviu de exemplo para nada, de quem é um arremedo de ser humano, de quem mete medo em quem tem medo, porque o diabo sabe para quem aparece. É o desespero de quem, como todo bandido, responderá a dezenas de processos jurídicos e administrativos, porque o país não abre mais mão de moralizar o Poder Público. Dura lex, sed lex. Ronaldo Resende é quem verdadeiramente e comprovadamente praticou diversos crimes com dinheiro público, dinheiro do povo de Oliveira. O prefeito que passa à História como um dos piores homens do município. O cara que afrontou Deus, a religião, o bispo e os padres, funcionários públicos, jornalistas, vereadores, congadeiros, agentes culturais, o governador, senador, deputados, ex-prefeitos. O prefeito que negou todo o tempo informações sobre seus atos escusos. O prefeito que teve 2 contas públicas rejeitadas pelo Tribunal de Conta do Estado e uma pela Câmara. O prefeito apontado para cassação. O prefeito que não explicou o investimento e o prejuízo de milhões do Instituto OliveiraPrev. O prefeito que não explicou o superfaturamento da patrol, com R$ 221 mil acima do preço real de venda que ninguém explica. O prefeito que manteve o pior sistema de saúde municipal das últimas décadas. O prefeito que chama senhora de puta, ex-prefeito e jornalista de filho da puta, que manda meio mundo tomar no cu. O prefeito que manteve a situação de trânsito mais caótica do município. O prefeito que não teve competência para resolver a situação do Hospital S. Judas Tadeu. O prefeito que não explicou o sumiço dos equipamentos do matadouro. O prefeito que destruiu referências tradicionais de Morro do Ferro sem qualquer consulta à população do distrito. O prefeito que manteve as estradas rurais em péssimo estado e sob insegurança para veículos, seres humanos e animais. O prefeito que mais desdenhou da imortalidade científica de Carlos Chagas. O prefeito que mais ironizou os eventos cívicos. O prefeito que tomou a administração pública como um feudo e governou como El Rei para súditos passivos, que não questionaram seus crimes, seus atos espúrios, sua falta de ética, seu exemplo de esgoto.
Então, oliveirenses e quantos conheçam essa figura do mal na sociedade: QUEM É MESMO O BANDIDO?

Vereador Walquir Avelar

Nenhum comentário:

Postar um comentário